Anacardium spp. – Anacardiaceae caju · caju-da-mata · cajuí · cajuí-da-mata · caracolí
A. spruceanum Benth. ex. Engl., A. giganteum Hanck. ex. Engl., A. microcarpum Ducke, A. parvifolium Ducke, A. tenuifolium Ducke, A. microsepalum Loes, A. excelsum Skeeis

  • CARACTERÍSTICAS GERAIS: cerne e alburno indistintos, de coloração cinza-clara levemente rosada. Anéis de crescimento pouco distintos; grã direita ou revessa, dependendo da espécie; textura média e brilho ausente,
  • DENSIDADE: madeira leve, com densidade a 12% de umidade de 490 kg/m3 e densidade verde de 1.040 kg/m3 para o A. spruceanum. Densidade a 12% de umidade de 510 kg/m3 para o A. giganteum.
  • SECAGEM: moderadamente difícil de secar ao ar, com tendência a desenvolvimento de defeitos. Secagem em estufa moderadamente lenta, com tendência a rachaduras, encanoamento e torcimento , no programa de secagem 1.
  • TRABALHABILIDADE: moderadamente fácil de serrar, aplainar, pregar e parafusar, apresentando acabamento regular.
  • DURABILIDADE: baixa resistência ao ataque de fungos, térmitas e insetos de madeira seca.
  • PRESERVAÇÃO: madeira fácil de ser preservada sob pressão.
  • USOS: forros, compensados, embalagens, formas para concreto, brinquedos e outros.

Fonte: Labratório de Produtos Florestais – IBAMA-Brasília.