Tabebuia spp. – Bignoniaceae

ipê-amarelo · ipê-do-cerrado · ipeúva · pau-d’arco · pau-d’arco-amarelo (PA) · peúva · bethabara · lapacho
T. impetiginosa (Mart. ex DC.) Standl., T. incana A.Gentry, T longifolia (Bureau) Standl., T ochraceae (Charn.) Bureau, T. serratifolia (Vahl.) Nichols.

  • CARACTERÍSTICAS GERAIS: cerne oliva-amarronzado-escuro ou oliva-escuro, geralmente uniforme, às vezes com reflexos esverdeados devido à presença da substância lapachol; distinto do alburno amarelo-pálido. Grã revessa, textura média, brilho moderado ou ausente, dependendo da espécie, cheiro característico e gosto indistinto.
  • DENSIDADE: madeira pesada, com densidade a 12% de umidade de 1.050 kg/m3 e densidade verde de 1.300 kg/m3 .
  • SECAGEM: fácil de secar ao ar. Quando bem ernpilhada, seca rapidamente e sem defeitos. Secagem em estufa fácil e rápida, apresentando empenamentos e rachaduras leves.
  • TRABALHABILIDADE: regular para aplainar, bom para lixar e excelente para tornear e furar. Recomenda-se perfuração prévia para pregar e parafusar. Bom acabamento.
  • DURABILIDADE: altamente resistente a fungos e cupins.
  • PRESERVAÇÃO: a obstrução dos poros, por óleo-resina e tilos, torna a madeira impermeável às soluções preservativas, mesmo quando sob pressão.
  • USOS: construções internas, instrumentos musicais, portas, molduras de janelas e outros.

Fonte: Labratório de Produtos Florestais – IBAMA-Brasília