Simarouba amara Aubl. – Simaroubaceae

caxeta · marupaúba (MA) · paraparaíba (MA) · pararaúba (AM) · parariúba (MA) · pau-paraíba · simaruba · tarnanqueira

  • CARACTERÍSTICAS GERAIS: cerne e alburno indistintos branco-palha levemente amarelados. Grã direita, textura média, brilho moderado, cheiro imperceptível, gosto ligeiramente amargo.
  • DENSIDADE: madeira leve, com densidade a 12% de umidade de 440 kg/m3 e densidade verde de 1.120 kg/m3.
  • SECAGEM: pode ser feita ao ar livre desde que a madeira esteja bem empilhada e coberta, para se evitar rachaduras e empenamentos. Muito rápida em estufa, com pequena tendência a torcimento médio, no programa de secagem 4. Secagem rápida e sem a ocorrência de defeitos, no programa de secagem.
  • TRABALHABILIDADE: fácil de trabalhar, tanto com ferramentas manuais como mecânicas. O acabamento superficial é excelente na lixa, broca e plaina, mas muito ruim no torno. Para torneá-la, é preciso utilizar velocidade alta e facas afiadas. Deve ser desdobrada logo após o corte, devido a rachaduras na tora. Cola bem.
  • DURABILIDADE: durável desde que utilizada seca. Sofre a ação de fungos manchadores quando recérn-cortada.
  • PRESERVAÇÃO: muito fácil de preservar, em processo sob pressão.
  • USOS: móveis, molduras, obras internas, instrumentos musicais, esquadrias, cabos para vassouras, palitos de fósforo, compensados, laminados, tamancos e outros.

Fonte: Laboratório de Produtos Florestais – IBAMA-Brasília.