Brosimum spp. – Moraceae

amaparana · amapá-amargoso · amapá-doce · conduru · conduru-vermelho · falso-pau-brasil · muirapiranga-vermelha · pau-brasil · pau-rainha (AM) · pau-vermelho · satiné · B. rubescens Taub., B. paraense Huber

  • CARACTERíSTICAS GERAIS: cerne vermelho-escuro-vivo, distinto do alburno marrom-claro. Figura em faixas mais escuras. Anéis de crescimento pouco distintos, grã direita ou revessa, textura média a fina, brilho moderado, cheiro imperceptível e gosto indistinto.
  • DENSIDADE: madeira pesada, com densidade a 12% de umidade em torno de 800 kg/m3 e densidade verde em torno de 1.200 kg/m3.
  • SECAGEM: seca bem ao ar, sem problemas de rachadura e empenamento. Em estufa é lenta, apresentando tendência a rachaduras de topo, encanoamento e torcimento, no programa de secagem 1.
  • TRABALHABILIDADE: moderadamente boa de trabalhar tanto com ferramentas manuais como mecânicas. Ótimo acabamento, cola bem. Aceita prego. Fácil de faquear, resultando em lâminas lisas, compactas e de fácil secagem. 0 preaquecimento é necessário antes do faqueamento.
  • DURABILIDADE: altamente resistente a fungos e cupins. Ceme e alburno suscetíveis ao ataque de besouros quando deixados por um mês na floresta.
  • PRESERVAÇÃO: alburno de fácil preservação e cerne moderadamente difícil de tratar com preservativos aplicados sob pressão.
  • USOS: móveis de luxo, objetos de adorno, construções internas, construções externas, dormentes, torneados, laminados decorativos e outros.

Fonte: Laboratório de Produtos Florestais – IBAMA-Brasília